Desativar Preloader

Com esforço dobrado, vendas de veículos novos sobem 12% em 2019


Mato Grosso emplacou 107.088 mil unidades de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus em 2019. O crescimento foi de 12,9% sobre o ano anterior. Os dados são da Federação Nacional de distribuidores - Fenabrave..

Mato Grosso emplacou 107.088 mil unidades de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus em 2019. O crescimento foi de 12,9% sobre o ano anterior. Os dados são da Federação Nacional de distribuidores - Fenabrave.

 
Considerando apenas o mês de dezembro, foram emplacadas 9.860 unidades, 4,59% a mais em relação ao mesmo mês de 2018, quando foram vendidos 9.427 veículos. Com relação a novembro, a  alta no último mês de ano alcançou 19,91%.
 
Na avaliação de Paulo Boscolo, diretor da Fenabrave Regional Mato Grosso, o crescimento de quase 13% supera o número nacional (10%), mas ele destaca que “tem um componente muito forte vindo de caminhões e motocicletas”.
 
Pontua que automóveis e comerciais leves ficaram bem abaixo da média nacional. “Sem dúvida nenhuma, se compararmos o cenário político-econômico de 2019, com as incertezas que tínhamos em 2018, entendemos claramente este crescimento. Ajudaram no crescimento as taxas de juros mais baixas e a velocidade na inteligência artificial das operadoras de crédito para aprovação de cadastro”, analisa.
 
Por outro lado, o crescimento das vendas diretas, por meio de vendas para PCD (deficientes) e frotistas significa menor rentabilidade. “Este tipo de venda é ameaça camuflada para nossos negócios, apesar do grande volume”, disse o representante da Fenabrave MT.
 
Paulo afirma ainda que as vendas precisam sim ser comemoradas, mas também é sinônimo de esforço dobrado para manter a saúde dos negócios.
As vendas de caminhões e ônibus superaram as expectativas, mas são vendas que foram negociadas entre o final de 2018 e início de 2019, portanto foram concluídas durante o ano.
 
No Brasil, a venda de veículos novos cresceu 8,65% em 2019. É o melhor número do setor em 5 anos. Ainda assim, os números são distantes de 2012, ano em que a indústria vendeu mais veículos no Brasil, com 3,8 milhões.
 
Motos
O segmento de motos teve alta de 14,7%. Foram emplacadas 42.437 motocicletas, contra 36.998 em 2018.
 
Pesados
O segmento de caminhões teve alta de 47,86% com 4.313 unidades. Já no ano anterior, foram 2.917 emplacamentos.
 
Autos e comerciais leves
Para automóveis e comerciais leves (picapes e furgões), o aumento foi de 3,52%, com 49.728 unidades emplacadas.
 
.


Data: 07/01/2020
Autor: Fenabrave-MT